Ep. 13 - Política e Cidadania

Ep. 13 - Política e Cidadania

About this show

QUESTÕES SOBRE O TEXTO POLÍTICA E CIDADANIA.
[GALLO, 1997, p. 25-34]
1) Relacione: Participação, solidariedade e companheirismo.
2) O que é necessário para que as pessoas realmente participem com qualidade da vida política local, regional e nacional? Por que há uma dificuldade imensa em fazer as pessoas participarem na atual democracia? Uma hipótese será porque os (as) cidadãos (ãs) são chamados (as) para participar somente votando em nomes, em pessoas, nunca em ideias, propostas e encaminhamentos?
3) Discuta estas duas ideias: “Homem algum é uma ilha” (John Donne) “O Homem é um animal político” (Aristóteles)
4) Defina: poder, totalitarismo e valores
5) Defina, segundo o texto: monarquia, aristocracia e democracia.
6) Comente esta frase inspirada em Etienne de La Boétie, autor de Discurso da Servidão Voluntária: “(...) quando um indivíduo manda, seu poder vem não dele mesmo, mas dos outros que se submetem. (...)”
7) O que fazer para acabar com o poder do tirano?
8) Diferencie Ética de Política. É possível separá-las?
9) A política é apenas exercida na esfera do governo? Justifique.
10) Defina: retórica e oratória.
11) Quem era considerado cidadão e quem não era em Atenas? Determine em termos percentuais.
12) Faça uma comparação entre a unidade política grega e a unidade política moderna bem como a democracia ateniense e a democracia moderna. Dê o seu parecer sobre qual das duas é a melhor forma de governo. Justifique.
13) Quem é o silencioso político? Quem o gera? Podemos compará-lo ao Pacato cidadão e ao Analfabeto Político?
14) O que o autor quis dizer com (...) O único conselho dado é não aconselhar. (...)?
15) Não é contraditório o autor do texto afirmar: “(...) Quem prioriza em demasia suas questões particulares, priva-se da autodeterminação”? O que você entende por autodeterminação? É algo bom ou ruim?
16) Diferencie: sociedade civil de sociedade servil.
17) O que o autor quer dizer com “cidadão como categoria de mobilização e não de localização”? O que isso tem a ver com as origens grega e latina desta palavra?
18) Como você avalia a frase dos autores do texto: “A democracia representativa permite ao indivíduo se esconder atrás de si mesmo e não participar, porque assim ele se exime da responsabilidade pelas questões políticas”?
19) Como você avalia o crescente número de absenteísmo e de votos brancos e nulos nas eleições brasileiras? Isso é um indicador de algo ou de alguma coisa? É possível reverter essa ojeriza à política? A quem interessa o afastamento do povo da política, do debate político, das eleições?
20) A democracia indireta, representativa e burguesa que temos hoje tem jeito? É possível reformá-la? Tem que ser destruída e começar uma nova democracia do zero, uma democracia da maioria, na qual os segmentos sociais, raciais, sexuais de gênero e geração efetivamente medidos pelo censo demográfico tem suas cotas respeitadas no Congresso Nacional?
21) A partir do texto complementar: A Cotovia e os Sapos [adaptação livre de uma fábula chinesa] faça uma comparação entre as suas várias personagens (o Sapo-Chefe, os sapos trabalhadores, a cotovia, os sapos livre-pensadores, o Sapo-Filósofo pré-revolução e o Sapo-Filósofo pós-revolução que é um mesmo personagem transformado) e a nossa sociedade atual.
GALLO, Sílvio [Coord.]. Ética e Cidadania: caminhos da filosofia. 2. ed. Campinas, Papirus, 1997. p. 25-34.
Participação Especial:
Desirée Gonçalves da Silva, Profª. de Filosofia da E. E. "Ernesto Quissak" de Guaratinguetá-SP.
Sophia Rangel Gonçalves Cândido da Silva, aluna do 2º semestre de Ciências Sociais da UNIFESP - Campus de Guarulhos - SP.
more

Language

English

Top CategoriesView all