Ep. 29 - O Poeta-Operário - Operário Vida Viola

Ep. 29 - O Poeta-Operário - Operário Vida Viola

About this show

O POETA-OPERÁRIO
[Vladímir Maiakóvski (1893-1930), 1918]

Grita-se ao poeta:
“Queria te ver numa fábrica!
O quê? Versos? Pura bobagem!
Para trabalhar não tens coragem”.
Talvez
ninguém como nós
ponha tanto coração
no trabalho.
Eu sou uma fábrica.
E se chaminés
me faltam
talvez
sem chaminés
seja preciso
ainda mais coragem.
Sei.
Frases vazias não agradam.
Quando serrais madeira
é para fazer lenha.
E nós que somos
senão entalhadores a esculpir
a tora da cabeça humana?
Certamente que a pesca
é coisa respeitável.
Atira-se a rede e quem sabe?
Pega-se um esturjão!
Mas o trabalho do poeta
é muito mais difícil.
Pescamos gente viva e não peixes.
Penoso é trabalhar nos altos-fornos
onde se tempera o ferro em brasa.
Mas pode alguém
acusar-nos de ociosos?
Nós polimos as almas
com a lixa do verso.
Quem vale mais:
o poeta ou o técnico
que produz comodidades?
Ambos!
Os corações também são motores.
A alma é poderosa força motriz.
Somos iguais.
Camaradas dentro da massa operária.
Proletários do corpo e do espírito.
Somente unidos,
somente juntos remoçaremos o mundo,
fá-lo-emos marchar num ritmo célere.
Diante da vaga de palavras
levantemos um dique!
Mãos à obra!
O trabalho é vivo e novo!
Com os oradores vazios, fora!
Moinho com eles!
Com a água de seus discursos
que façam mover-se a mó!

PROBLEMATIZANDO!!!

1) – Como o poema mostra a questão da divisão do trabalho entre trabalho manual x trabalho intelectual? Um é mais importante do que o outro? Onde, quando e como foi construída essa dicotomia?
2) – Por que o autor do poema o denominou de: “O poeta operário”? Qual a visão que o autor possui do operário? E qual a visão que a sociedade tem dos poetas?
3) – Faça uma comparação entre este poema e o poema “O Operário em Construção” de Vinícius de Moraes e a música Operário Vida Viola.
4) – Por que, em sua avaliação, o autor do poema advoga a união do operário poeta com os demais operários? Por que a união dos operários é tão importante, mas, ao mesmo tempo, é algo tão difícil de se conseguir?
5) – É possível estabelecermos uma comparação entre este poema e o poema Mãos Dadas do nosso poeta maior Carlos Drummond de Andrade? Se sim, em que termos?
6) – Que outras questões poderíamos levantar para discutirmos em relação a este poema?
7) – Qual a mensagem que podemos tirar deste poema?

PROBLEMATIZANDO!
Música: Operário Vida Viola
01) – Discuta as ilusões ou sonhos dos operários para a enfrentar a dura exploração dos seus salários.
02) – Comente como é o descanso alienado dos operários e quais as consequências para suas vidas e saúde.
03) – Como deve ser a vida de privação dos operários/trabalhadores? Disserte sobre.
04) – Qual o papel desempenhado pela fé em Deus, das religiões na exploração da classe operária pelo patrões?
05) – Qual o papel desempenhado pela cultura, no caso a viola, a música, na vida do operário explorado?
06) – Qual a importância da família na vida do operário, uma vez que a letra da canção diz: “(...) Eu tenho a nega e os meus meninos (...)”?
07) – É possível ao operário “vencer” na sociedade capitalista? O que significa a expressão “vencer na vida”?
08) – Os operários, os trabalhadores são artistas por sobreviverem com os salários que recebem? Comente.
09) – Quais outras questões poderíamos levantar para o debate a partir da letra desta música?
10) – Qual a mensagem que você tira desta música?

more

Language

Portuguese

Top CategoriesView all