Ep. 35 - Da Violência

Ep. 35 - Da Violência

About this show

DA VIOLÊNCIA
[Bertolt Brecht, 1933-1938]
“Do rio que tudo arrasta se diz que é violento
Mas ninguém diz violentas
As margens que o comprimem”.
“A tempestade que faz dobrar as bétulas
É tida como violenta;
E a tempestade que faz dobrar
Os dorsos dos operários na rua?”

NO CAMINHO COM MAIAKÓVSKI
[Eduardo Alves da Costa (1935)]
“Na primeira noite
eles se aproximam
e colhem uma flor
de nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a lua e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E porque não dissemos nada,
Já não podemos dizer nada”.

QUEM É TEU INIMIGO?
[Bertolt Brecht (1898-1956)]
“O que tem fome e te rouba
o último pedaço de pão, chama-lo
teu inimigo
Mas não saltas ao pescoço
Do teu ladrão que nunca teve fome”.

CONGRESSO INTERNACIONAL DO MEDO
[Carlos Drummond de Andrade, Sentimento do Mundo (1940)]
“Provisoriamente não cantaremos o amor,
que se refugiou mais baixo dos subterrâneos.
Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,
não cantaremos o ódio porque esse não existe,
existe apenas o medo, nosso pai e nosso companheiro,
o medo grande dos sertões, dos mares, dos desertos, medo dos soldados, o medo das mães, o medo das igrejas,
cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos democratas,
cantaremos o medo da morte e o medo de depois da morte,
depois morreremos de medo
e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas e medrosas”.
Crédito da declamação do poema:
https://carlosdrummonddandrade.blogspot.com/2016/01/congresso-internacional-do-medo-analise.html

ERRO DE PORTUGUÊS
[Oswald de Andrade (1890-1954), 1925. Poesias reunidas. São Paulo: Edições Gaveta, 1945]
“Quando o português chegou
Debaixo duma bruta chuva
Vestiu o índio
Que pena!
Fosse uma manhã de sol
O índio tinha despido
O português”
PROBLEMATIZANDO!!!
1) – Qual a mensagem que podemos tirar do poema: “Da Violência” de Brecht, se formos compará-lo com o problema da violência na sociedade brasileira?
2) – Que tipo de violência é retratada no poema: “Erro de Português”? Justifique sua resposta.
3) – Como o autor do poema: “No Caminho com Maiakovski” analisa o comportamento omisso e indiferente das pessoas frente ao problema da violência? Quais as eventuais consequências de nos calarmos diante das diversas formas de violência? Justifique sua resposta.
4) – Como Brecht demonstra a discriminação, realizada pelas pessoas, no processo de identificação dos verdadeiros agentes geradores da violência?
5) – Qual é, no seu entendimento, as causas do medo que as pessoas sentem diante da violência?
6) – No Brasil, existe violência política? Justifique sua resposta.
7) – Você concorda com Drummond quando afirma “(...) não cantaremos o ódio porque esse não existe, (...)”? Será que a política nos últimos anos no Brasil não está calcada sobre os pilares do ódio? Discuta isso com seus amigos e familiares.
more

Language

Portuguese

Top CategoriesView all