#62 até Cristo

#62 até Cristo

Meeting Point
00:03:11
Link

About this episode

devocional coríntios



leitura bíblica



Não queremos que ninguém se escandalize por nossa causa, para que a nossa missão não seja desconsiderada. Pelo contrário, mostramos pelo nosso comportamento que somos servos de Deus. Temos suportado com paciência sofrimentos, necessidades, angústias, espancamentos, prisões , tumultos, fadigas, vigílias e fome. Vivemos com pureza, ponderação, paciência e bondade. Deixamo-nos guiar pelo Espírito Santo e por um amor sincero. Anunciamos a palavra de Deus com toda a verdade, ajudados pelo seu poder. E, em todas as ocasiões, servimo-nos somente das armas da justiça, tanto na defesa como no ataque. Por uns somos honrados, por outros desprezados; alguns caluniam-nos, outros dizem bem de nós. Somos tidos como mentirosos embora sejamos verdadeiros; como desconhecidos, apesar de sermos bem conhecidos; como quem está para morrer, ainda que estejamos cheios de vida; como pessoas castigadas, sem chegarmos a morrer. Consideram-nos tristes, mas andamos sempre alegres. Somos tidos como pobres, embora enriqueçamos muitos; e como quem nada possui quando temos tudo.
2 Coríntios 6.3-10









devocional



Assim como procuro assumir os meus erros também tento não dar azo a escândalos. Apavora-me tanto mascarar os lapsos que cometa quanto provocar o erro de terceiros. Não gosto nadinha de ser apanhado em contrapé, pelo que evito ao máximo agir de forma repreensível. Como tal, procuro caminhar em sã consciência diante de Deus, lembrando-me que enquanto Seu servo é expectável que seja “recomendável em tudo.” Daí, a importância de abraçar a paciência, essa bendita virtude que não permite que baixe ou cruze os braços perante as adversidades; antes que arregace as mangas, suporte as aflições, encare as necessidades e suplante as angústias. Por mais duras que sejam as provas físicas ou exigentes os desafios espirituais, há que manter no horizonte um padrão modelar de comportamento. Desejo que, desde a “pureza” ao “amor não fingido”, se evidencie o carácter de Cristo em cada acção em que me envolva. Que seja notória a influência do Espírito Santo no meu proceder! Baste-me o aceno favorável de Deus a cada dia que juntarei a minha voz a tantos que ao longo da história têm cantado: “Como enganadores, e sendo verdadeiros; como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo, e eis que vivemos; como castigados, e não mortos; como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo.”
- Jónatas Figueiredo